Historia de Pescador Por João Medeiros
Post:
Pesqueiro Esmeralda, indescritível! (abril/2016)

Fala pessoal! Na primeira sexta-feira do mês de abril/2016, fomos eu, meu irmão Pedro e os amigos Paulo e Bruno, para o Pesqueiro Esmeralda em Paraguaçu Paulista-SP.

Os proprietários João e Júlio, junto com seus funcionários, cuidam muito bem dos lagos e dos peixes, é impressionante a organização do local, grama sempre cortada, água limpa, aeradores, passaguás, bancos cobertos e tapetes em todos os cantos, suportes disponíveis nas margens, placas de indicações e avisos, sempre alertando em relação aos horários, valores e cuidados que devemos tomar com os peixes, principalmente à importância de utilizar o anzol sem fisga. Devido a todo esse cuidado, os peixes do Esmeralda são extremamente saudáveis e fortes, brigam demais!

Saímos de Londrina-PR por volta das 7h e 9h já estávamos montando os equipamentos no lago principal.

Cada um de nós montou dois conjuntos, um para pirarara na margem e outro para tambacu com bóia cevadeira ou torpedo. Na primeira cevada do dia, tambacus estourando com vontade e primeiros redondos engatados, em seguida minha vara de pirarara dispara e depois a do Bruno também, uma loucura!

Eu com a primeira pirarara da pescaria, na vara da Redai, Taipan de 25lb 6'6.

Pedro e os primeiros tambacus do dia:

Olha a bagunça:Em quinze minutos de pescaria todos nós já tinhamos brigado com peixes. Fomos presenteados com um belo triplê de boas vindas!

Com bóia cevadeira e miçanga ou bóia torpedo com ração na pinga, buscando os tambacus, era praticamente um peixe a cada arremesso! Muita atividade na ceva.

Os parceiros colocaram como prioridade os peixes de couro, e eles foram aparecendo. O Pintado real, também conhecido como Jundiara, também resolveu dar as caras. Pedro fisgou um maior:

E outro menor:Como o pesqueiro estava tranquilo, testamos outras margens em busca das pirararas, algumas apareceram. Paulo, Pedro e Bruno foram recompensados com seus exemplares durante a manhã.

Já satisfeitos, principalmente com as pirararas, subimos para o lago de cima:

Esse lago também impressiona pela quantidade de peixes, que sobem na ceva com vontade!

Até os pintados se alimentam na superfície:Com a água limpa e utilizando miçangas com e.v.a, a pescaria é no visual e com explosão na certa! Momento do ataque:

Vara Redai Viking de 25lb 6'0, testando o protótipo desse modelo que em breve estará no mercado! Carretilha Venator.

Os tambacus foram saindo:

Destaque para esse peixão com cara de mal! Deu muito trabalho:

Bruno:

Pedro:

Retornamos ao lago principal, e insisti na pesca de superfície com cevadeira pois eu buscava um grande tambacu. Após uma enorme explosão e uma briga exaustiva, fui recompensado com esse troféu. Mereceu uma sessão de fotos:

Completamente realizado, me dediquei aos peixes de couro porém os matrinxãs e dourados estavam ativos chegando antes das pirararas:

Arremessando ao lado do aerador, um grande pintado resolveu aparecer:

No final da tarde os tambas ficaram loucos de fome na ceva, foi inevitável capturar mais alguns na superfície!

No meio da brincadeira, Pedro engatou um grande exemplar, pretão!

No finalzinho da tarde retiramos as bóias para os tambas e armamos no fundo, para termos maiores chances de capturar as pirararas até o ínicio da noite, horário em que normalmente elas comem bem. Não deu muito tempo e o Paulo fisgou mais uma de muitas pirararas dessa pescaria:

Minha vara envergou e o equipamento de tamba que armei no fundo estava com uma pirarara engatada, essa briga cansou!Logo em seguida, Pedro pegou mais uma:Deu tempo de fazer um belo dublê junto ao pôr-do-sol:

Para fechar essa sensacional pescaria, Paulo e Bruno capturaram as últimas pirararas, já no começo da noite:

Encerramos por volta das 19h, satisfeitíssimos com a quantidade e qualidade de peixes capturados nesse dia inesquecível.

Equipamentos:Em pesqueiros sempre prezei pelo uso de equipamentos leves, para aumentar a emoção de cada peixe fisgado.

Tambacus: Vara Redai Viking 6'0 25lb (protótipo) + Carretilha Venator + Linha Super Bass 0,37mm + Bóia cevadeira pequena + Chicote de 2m super raiglon 0,43mm + montagens variadas com miçangas e e.v.a (palminho, tradicional e anteninhas)

Pirararas e pintados: Vara Redai Taipan 6'6 25lb + Carretilha Titan Big Game SW + Linha Raiglon 0,47mm. Iscas: Salsicha e queijo.

Gostaria de agradecer aos proprietários Júlio e João pelo atendimento, pela comida maravilhosa e por nos receber tão bem nesse local espetacular chamado Pesqueiro Esmeralda!

Contato:

(18) 99723-3133 e (18) 99601-8953

www.pesqueiroesmeralda.com.br

Muito obrigado a todos e até a próxima História de Pescador!