Historia de Pescador Por João Medeiros
Post:
Pescaria Pesada de Peixes de Couro

Nos rios brasileiros, habitam os maiores bagres do mundo! Entre eles, os mais cobiçados são as Pirararas, que ultrapassam os 60kg, os Jaús, que podem passar dos 70kg, e as Piraíbas, que podem ultrapassar os 200kg, e que, até os 50kg, são chamadas de filhote.

Há também, muitas outras espécies e, em uma pescaria destes peixes, é exigida muita técnica, força e paciência do pescador.

Realizei minha primeira pescaria pesada de peixes de couro no Rio Negro-AM, lugar onde os peixes de couro são abundantes, mas, em média de porte, menores que os Bagrões do Rio Araguaia e do Teles Pires, por exemplo. Tive meu próprio conceito sobre o que recomendar para vocês. 

Primeiramente, não se deve subestimar a força dos peixes de couro. Superdimensione seu equipamento, pois, equipamentos mais leves ou mais fracos na hora da briga, te deixarão na mão. Na foto abaixo é meu irmão Pedro com uma piraíba (filhote) de 1,60m e peso entre 50-60kg.Piraíba que meu irmão Pedro fisgou no Rio Negro, Amazonas. Peixe de 1,60m e peso estimado em mais de 50kg.

EQUIPAMENTOS RECOMENDADOS:

Varas: Maciças e duras de 80 a 120lb. Há vários modelos no mercado das marcas Marine Sports, Okuma, Shimano, etc.

Carretilha ou Molinete: Grande e robusta, com freio potente e com grande capacidade de linha. As mais usadas são de marca Penn, Okuma, Daiwa e Marine Sports.

Linha: Linha de monofilamento entre 0,80mm e 0,92mm, sugiro os modelos Super Raiglon e Dayama Max force. Tem quem use carretilhas/molinetes menores com uma boa linha de multifilamento de 80 ou 100lb (cerca de 0,45mm) e um leader de 5 metros de fluorcarbono entre 0,70mm à 0,90mm.

Anzol: Fortes e afiados, de tamanhos entre 8/0 a 12/0, com encastoados de no mínimo 30 cm e 120lb, recomendo das marcas Mustad, Marine Sports, Albatroz e Kenzaki, modelo convencional clássico e o Maruseigo.

Chumbo: Tenha na caixa de vários tamanhos, dos médios aos mais pesados. O uso de cada um depende do ponto de pesca e da corrente de água.

Iscas: Normalmente se usa iscas pegas no próprio rio pescado, como iscas brancas, pedaço de peixe, isca viva, depende muito de cada região.

Os lugares mais conceituados para a pesca pesada de peixes de couro é no Rio Araguaia, Rio Xingu, Rio Teles Pires, Rio Negro e afluentes, etc.

Nesses dois vídeos filmados no Rio Negro, região de Barcelos-AM, eu estou travando uma briga com piraíbas (filhotes) de uns 20-25kg, reparem na briga dos peixes e nos metros de fricção tomados, além dos dois banhos no meu irmão Pedro na hora de embarcar. Agora imagine um peixe duas, três, quatro ou até cinco vezes maior que esse, são muito brutos!

 

Programe-se e vá sentir na pele o que é fisgar um gigante de couro!