Historia de Pescador Por João Medeiros
Post:
Quer levar um peixe pra casa? Vá no Pesque-Pague!

Fala pessoal! Esses dias me deu uma vontade grande de comer um peixe assado, então eu tinha duas opções, ou comprá-los na peixaria, ou pescá-los, logicamente fiquei com a segunda opção. Então resolvi ir a um pesque-pague, escolhi o Ishikawa, por lá eles não tabalham com ''pesque e solte'', então o que você pega, tem que levar para casa.

Como o objetivo eram os pacus, fomos no tanque deles, O dia estava nublado, muito vento, mas mesmo assim foi bem produtivo, em pouco tempo de pescaria peguei três pacus e uma matrinxã. Pronto! Já tenho peixe muito mais do que suficiente para a família toda!

Os pacus e matrinxãs do Ishikawa tem um padrão entre 1,5 e 2,5kg, tamanho este, pra mim, ideal para prepara-los assados. As tilápias eu não pesquei desta vez, mas tem um ótimo padrão para comer o seu cobiçado filé.

Esses foram os peixes do dia:

Primeiro os pacus, entre 1,5 e 2,5kg.

Ja satisfeito com três pacus capturados, joguei no lago das matrinxãs, que também tem uma ótima carne, e sem muita espera, capturei este exemplar.

Já satisfeito com a quantidade de peixes para levar pra casa, fui arriscar alguns arremessos com iscas artificais, tentando alguma traíra com ou matrinxã, desta vez sem sucesso.

E um simpático e curioso cão ainda veio ver o que eu estava fazendo.

Equipamentos:

Optei pela pesca no fundo, com linha de monofilamento 0,35mm, chumbada de 25g, girador pequeno, chicote de monofilamento de 50cm e anzol kawasemi tinú número 5, a isca foi salsicha, para iscá-la amarrei com elastricô.

Usei dois conjuntos, o primeiro uma vara Albatroz Enzo de tamanho 5'6 e 17lb com uma carretilha Shimano Citica 201E.

O segundo conjunto era bem parecido, optei por dois para ter maior chance de capturar e para testar diversas iscas, lembrando que na pesca de fundo, ficamos na espera e deixamos a vara no ''porta-vara'' ou ''secretária'' sempre mantendo a linha esticada e arremessando no meio do lago.

Vara Dogfish 5´6 17lb e carretilha Shimano Caenan 201.

Guardei as tralhas, deixei os peixes para pesar e limpar, me diverti e ainda levei um peixe fresco para casa, para saborear com a família.

Já deixei separado para prepararmos um pacu assado no almoço do dia seguinte, e a optei pela minha receita preferida.

PIZZA DE PACU:

Ingredientes:

1 Pacu

2 Limões

Sal

1 Pacote de tempeiro de ervas finas (Sabor do Sul)

4 Colheres de sopa de maionese (Hellmann's)

250g de queijo mussarela em fatias

100g de queijo parmesão ralado

2 tomates

1 Cebola

1 Colher de sopa de orégano

Preparo:

Com o Pacu já limpo e descamado, temperar com limão,sal e tempero de ervas finas (sabor do sul) a gosto.

Passar a maionese (Hellmann's) por todo o peixe.

Colocar, por cima do peixe todo, as fatias de mussarela, e depois, o parmesão ralado por cima.

Por cima, colocar cebola e tomate bem picados, orégano e mais tempero de ervas finas (sabor do sul).

Levar ao forno por 2h a 2h30min em temperatura entre 180 e 220 graus.

Depis disso, é só saborear!

Assim fica a ''Pizza de Pacu'', pronta para ser servida!

Pessoal, deste modo ajudamos a preservar os nossos rios e lagos naturais, mantendo os peixes lá, para que as próximas gerações possam ter a mesma alegria e as mesmas histórias para contar que as nossas! Quer comer um peixe com a família? Vá buscá-lo no pesque-pague, a diversão é garantida!

 Muito obrigado e até a próxima História de Pescador!