Historia de Pescador Por João Medeiros
Post:
Última de tucunarés antes do inverno (maio/2014)

Olá pescadores(as)! depois da excelente pescaria realizada no Pesqueiro BERTASSO em Bataguassu-MS, resolvi voltar para aproveitar os últimos dias antes da chegada do frio intenso e consequentemente o inverno. Para essa pescaria fomos eu, meu irmão Pedro e o amigo Ludi. Mais uma vez fomos muito bem atendidos pelo proprietario e já amigo pessoal Fábio, sua esposa Paula e o irmão dela, Flávio.

Durantes os três dias de pesca, tivemos a mesma situação, períodos nublados e com muito vento pela manhã, e sol intenso sem vento na parte da tarde! Então em todos os dias tivemos poucas ações durante as manhãs e muita ação (média de 40 peixes) nas tardes.

Com o vento forte nas manhãs, era impossível pescar longe das margens, então pescamos nas taboas, pauleiras, algueiros e outros pontos abrigados bem próximo às beiradas, todos esses pontos são rasos, no máximo 1,5 metros, então com a água gelada, tivemos poucas ações.

Durante a tarde, com a parada do vento, íamos para o meio do rio, no chamado ''Labirinto'', lugar formado por uma infinidade de pauleiras e com uma profundidade maior, cerca de 3 a 4 metros, e era ali onde os peixes estavam, nesses pontos tivemos muita ação, muita mesmo!

Chegamos na pousada de manhã, já para pescar o primeiro dia, nada melhor para começar a história, do que com essas fotos do amanhecer no Rio Paraná:

 

No primeiro dia, muito vento, mas o Ludi já começou acertando belos tucunarés, primeiro esse amarelo:

Depois esse azulzinho:

Meu irmão também pegou seus primeiros tucunarés, mas como sempre, não quis sair na foto... Eu tirei o dedo com dois pequenos tucunas (os primeiros sempre tem que registrar né?)

Mais alguns tucunarés pequenos e... O Ludi estava com sorte! Acertou dois tucunas na mesma hora!

E tem mais! Após um belo azul vir até o barco atrás de minha isca, alguns arremessos e entrou um belo tucunaré-azul na isca do Ludi, saltou muito antes de se entregar!

Belíssimo peixe, eu também saí na foto com o parceiro!

Muito vento na parte da manhã, pescamos em estruturas próximas às margens, como essas das fotos:

Voltamos para a pousada almoçar pois os pontos são muito próximos, e depois do almoço o vento parou totalmente, então fomos arriscar no meio do rio, nas paliteiras, como disse anteriormente, por lá tivemos muitas ações, com mais de 40 tucunarés capturados na parte da tarde, a maioria com peso entre 1 e 1,5kg.

Em um ponto, engatei um tucunaré azul e o mesmo chacoalhou a cabeça e cuspiu minha isca do lado do barco, com certeza peixe para mais de 2,5kg. Meu irmão pedro jogou sua isca atrás e engatou outro, só que bem maior! o peixe brigou muito e acabou indo para a pauleira, nos aproximamos e vimos o peixe parado tentando se desenroscar, até que ele escapou! Era muita grande, mais de 3,5kg com toda certeza! Olha o que o animal fez com uma garatéia VMC 4x:

Uma pena que perdemos dois belos azulões! Mas ainda acertamos alguns peixes menores, muitos sem foto.

Pra finalizar, mais um amarelo:

Estruturas que pescamos no primeiro dia a tarde:

No segundo dia, novamente muito vento pela manhã, resultando em pesca em lugares rasos e abrigados, resultado: pouca ação, nada de fotos! Na parte da tarde o Sol abriu e o vento parou, aí foi só alegria, fomos para o meio do rio no ponto chamado ''Labirinto'', novamente mais de 40 tucunarés apenas nesse período!

O Ludi repetiu o feito do dia anterior! Dois tucunarés na mesma isca, eu quase consegui também, porém um deles escapou...

Muito tucuna!

Meus três maiores peixes da tarde:

Amarelão brigou igual gente grande, fez a varinha beber água!

Esse ainda não é um azulão, mas daqui algum tempo será:

Mais uma vez tirei foto dos pontos que pescamos, muita estrutura, propício para o tucunaré!

No terceiro dia começamos pescando nas taboas, bem pertinho das margens, pois o vento estava realmente forte! pegamos poucos tucunarés, e quando eu achava que por ali só tinha peixe pequeno, tomei uma rebojada grande na twitch bait, e acertei meu recorde pessoal de tucunaré amarelo, pesou exatas 6 libras no boga grip original, cerca de 2,8kg e 50cm, me fez pensar que fosse um azulão dos grandes! Fiquei muito realizado com essa captura!

Na hora de preparar para filmar sua soltura, o peixe me deu um banho com o rabo e foi embora firme e forte, ficou sem vídeo!

Na hora do almoço flagrei um belo tucano:

Na parte da tarde, como de costume, o vento parou e fomos para o ''labirinto'', por lá resolvi contar as capturas nessa tarde, e contabilizei 42 tucunarés embarcados!

Foram vários os triplês e dublês!

Na hora de embora a nuvem não quis deixar o sol aparecer:

Mas depois ele deu um jeito, e assim encerramos mais uma pescaria abençoada por Deus:

Muito obrigado a todos e até a próxima História de Pescador!

 

Equipamentos:

Vara REDAI Black Mamba 5'8 17lb + Carretilha Shimano Core MG7 + Linha Multifilamento PowerPro 30lb 0,28mm

Iscas: 

No raso utilizei a Kingfisher Flash (cor osso) e nos lugares mais fundos utilizei a isca Rapala X-Rap 10 (cor Glass Ghost)