Historia de Pescador Por João Medeiros
Post:
Tucunarés na Pousada Bertasso em Bataguassu-MS (março/2016)

Fala pessoal! Junto com o parceiro André, retornei a um local onde já realizei belas pescarias, Pousada Bertasso, do meu amigo Fábio.

Passando a ponte de Presidente Epitácio-SP, que liga os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, a pousada fica em Nova Porto XV, que é um distrito de Bataguassu-MS.

A pousada conta com uma ótima estrutura, quartos com banheiro, tv e ar novos, comida deliciosa, etc, tudo excelente! Destaque para a ala nova com os novos apartamentos, um show!

Refeitório:

Uma curiosidade. O Fabio construiu vários tanques e cria espécies como pacu, tilápia, tucunaré e matrinxã que diariamente são fornecidos à cozinha.

A pousada conta até com uma loja de pesca:

E uma vantangem é que fica a pouquíssimos metros do rio Paraná, represa Sérgio Motta:

E eu não poderia deixar de falar do seu ambiente totalmente rural, proporcionando muita tranquilidade em meio à natureza. Os bichos do local provam isso:

Destaque para essa linda arara que desceu da árvore para nos dar boas vindas:

Agora que você já conheceu a bela Pousada Bertasso, vamos para o mais importante, a pescaria! Saímos no primeiro dia com o guia Douglas, muito conhecedor, prestativo e educado.

Ao navegar constatamos que a água que sujou devido as fortes chuvas do começo do ano ainda não tinha limpado:

Fomos até um ponto chamado ''bananinha'', pouco antes dos conhecidos pontos labirinto e labirintinho. Nesse local a água estava mais limpa, porém tinha muita estrutura submersa, muita mesmo! O guia já nos alertou que a chance do peixe é maior por ali, colocamos iscas de superfície e começamos a pescaria.

Nos primeiros arremessos já engato uma briga boa, varinha bebendo água, um briguento tucunaré amarelo:

Ao passar perto das margens foi uma festa, ação na superfície de vários tucunarés pequenos como este do André.

No meio da brincadeira o guia Douglas engata um azulão que arrebenta sua linha e salta cuspindo a isca, 1x0 pra eles!

Eu logo em seguida acerto mais um amarelo de respeito:

Conforme fomos subindo o ponto e pegando alguns tucunarés menores, as estruturas foram aumentando mais longe da margem, aí o guia nos orientou a arremessar para o meio, foi aí que começou a surra que levamos dos azulões nessa manhã!

Coloquei a zig zara 110 e só fiquei nela, levantei um grande peixe que apenas rebojou. o parceiro cobriu com meia água e grudou o monstro que saltou e depois se enrolou no pau várias vezes até correr e arrebentar o líder de fluorcarbono, 2x0 pra eles!

Pouco tempo depois outro azulão bateu e dessa vez insisti na zarada e ele explodiu três vezes até entrar, saltou duas vezes, se tratava de um gigante! O local repleto de pauleiras submersas não ajudava e o peixe já embaixo do barco deixou a isca grudada no toco e foi embora, 3x0 pra eles!

Depois do almoço o ventou aumentou muito, nos impossibilitando de voltar ao mesmo ponto, então o guia nos levou em pontos abrigados onde tivemos ações de peixes menores:

Tive uma enorme explosão na minha isca, mas o peixe errou e não voltou mais, porém depois de um tempo finalmente embarcamos o primeiro belo tucunaré-azul, diminuindo o placar. Peixe com coloração incrível fisgado pelo André, mereceu várias fotos:

O tempo começou a fechar e ainda deu pra pegar alguns pequenos tucunas como este azulzinho:

Encerramos o primeiro dia lamentando os peixes grandes que escaparam mas muito satisfeitos com a quantidade de ações, mesmo que o vento nos atrapalhou muito durante a tarde, a diversão foi garantida!

No segundo dia, mesmo nublado e com tempo de chuva, aproveitamos o pouco vento e retornamos ao ponto da manhã anterior, onde tínhamos perdido os peixes grandes:

Um belo azul rebojou na superfície e o parceiro cobriu na meia-água, esse brigou no limpo mas para nosso azar escapou ao lado do barco na hora de usar o passaguá, 4x1 pra eles!

Reparamos que nesse dia os peixes estavam rebojando atrás da iscas mas não estavam engatando muito fácil, após alguns rebojos, um azulão veio com tudo e após uns três ataques entrou na isca, mais uma vez no meio da paliteira o peixe contornou a estrutura por várias vezes até escapar, 5x1 pra eles!

Capturamos alguns peixes menores mas na vontade de capturar os maiores não perdemos tempo nas fotos, até porque o tempo vinha fechando com força e percebemos que tinhamos pouco tempo de sobra pra pescar ali.

Após muito insistir, um tucunaré azul explodiu do lado do barco e enfim saiu pra foto:


Um foto ao contrário do modo que estou acostumado para mostrar o temporal se formando atrás:

Após a soltura desse peixe, voltamos para a pousada pois o vento estava aumentando muito e vinha uma forte chuva.

O negócio ficou feio demais. Com natureza não se brinca!

Após o almoço na pousada, aguardamos a chuva dar uma trégua e retornamos pra água, porém ainda com muito vento e chuva, optamos por pescar mais próximos a pousada.

Logo no primeiro ponto, local totalmente limpo para brigar com o peixe, engato um grande tucunaré azul que toma muita linha e depois salta jogando minha isca longe, ô azar! 6x2 pra eles! Mas ainda tivemos uma tarde divertida com boas ações, alguns saíram pra foto:

Por volta das 17h a chuva aumentou e encerramos nossa pescaria. Mesmo com tempo instável, nesse dois dias, fisgamos 8 azuis de bom porte, onde embarcamos apenas 2. Com certeza voltarei para a revanche! Só as pancadas na superfície, os saltos e a tomada de linha já valem a pena!

Agradeço ao proprietário Fabio Bertasso e sua esposa Paula por nos receber tão bem mais uma vez nessa pousada maravilhosa que frequento desde 2013. Ao meu parceiro André e aos guias Douglas e Miagui que nos guiaram com conhecimento e segurança.

Equipamentos:

Vara Redai Taipan 5'7 17lb + Carretilha Venator + Linha Seaguar SmackDown 40lb + Leader Seaguar Fluoro Premier 0,47mm.

Vara Redai Black Mamba 5'8 14lb + Carretilha Venator SE + Linha Seaguar SmackDown 40lb + Leader Seaguar Fluoro Premier 0,47mm.

Iscas: Zig Zara 110, Bonnie 95 e Kingfisher Flash.

Contato:

E-mail: fabio_bertasso@hotmail.com

www.pesqueiroepousadabertasso.com.br

(18) 99703-4843 / (18) 99657-9710 / (18) 98126-9131

Confira minhas pescarias anteriores na Pousada Bertasso, clicando nos links abaixo:

Tucunarés e outros peixes de Bataguassu-MS (maio/2014)

Última de tucunarés antes do inverno (maio/2014)

Reencontrando os tucunarés da Represa Sérgio Motta (agosto/2014)

Muito obrigado a todos e até a próxima História de Pescador!